Governo e entidades fecham acordo sobre Cadastro de Especialistas

Novo texto ainda deverá ter detalhes finais acertados

Compartilhar artigo

Depois de um período de tensão, governo e entidades de classe chegaram a um acordo sobre as regras para criação do Cadastro Nacional de Especialistas. O novo texto, que ainda deverá ter os detalhes finais acertados, foi acordado, em reunião no dia 20 de agosto, entre integrantes dos ministérios da Saúde, da Educação e entidades médicas. A versão que será apresentada na próxima semana atende às reivindicações de associações e retira o artigo, considerado polêmico, que permitia a criação de critérios de equivalência entre cursos de especialidade médica e acadêmicos.
 
"A ideia era permitir que títulos de especialidades, com algumas alterações pudessem também ser aproveitados para obtenção de títulos de mestrado e doutorado, não o oposto", afirmou o secretário de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Heider Pinto. "Para evitar confusões, isso foi retirado", completou.
 
O diretor da Associação Médica Brasileira, Diogo Sampaio, disse estar satisfeito com as alterações. "Mas somente vamos dar a palavra final quando virmos a versão pronta do novo decreto", afirmou.
 
Prevista na Lei do Mais Médicos, a criação do cadastro nacional de especialistas foi feita por meio de um decreto, publicado há duas semanas. A versão inicial, no entanto, irritou entidades médicas que viram no texto uma série de brechas para que o governo ampliasse seus poderes na regulação dos cursos de especialidades médicas.
 
Diante do descontentamento das entidades, um decreto legislativo foi apresentado para anular os efeitos do decreto presidencial. A proposta, no entanto, não chegou a ser votada. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, negociou com o setor e com parlamentares, um grupo de trabalho foi criado e a nova versão do texto, foi agora acordada.
 
"O importante é termos a adesão de todos", disse Heider Pinto. A nova versão do texto prevê um cadastro com base de dados distintas. Em uma delas, ficarão contidas as informações sobre especialidades. Em outra, os dados sobre títulos acadêmicos.

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Siga nas mídias sociais

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

plugins premium WordPress
Rolar para cima