51.000

Estabelecimentos

420

Hospitais

42.000

Clínicas Médicas

1.800

Centros de Medicina Diagnóstica

Representação Jurídica

Há 85 anos trabalhando pela melhoria do setor e pela saúde da sua empresa

Convenções Coletivas

Confira todos os acordos coletivos de trabalho do seu setor.

Assembleias Gerais

Fique por dentro das próximas reuniões e garanta presença.

Últimos eventos virtuais

Constantemente o SindHosp organiza e/ou participa de eventos, tanto digitais, quanto híbridos ou presenciais, sempre tratando sobre temas importantes para o setor da saúde. Para conferir os próximos, basta acessar o menu "Eventos", os passados podem ser assistidos em nosso canal no Youtube

Perguntas Frequentes

O SINDHOSP representa os hospitais, clínicas, laboratórios e demais estabelecimentos de Saúde privados, constituídos na forma de Pessoa Jurídica. Trata-se de entidade sindical patronal que representa e presta assessoria aos empregadores.
Os trabalhadores são representados pelos sindicatos profissionais de suas respectivas categorias. Portanto, para atendimento e esclarecimento de dúvidas, os empregados devem entrar em contato com o sindicato de empregados que os representa da região em que o trabalhador presta serviços.

Conforme artigo 195 da CLT, cabe a elaboração de laudo técnico para constatação de existência de insalubridade ou periculosidade. Assim, cada empresa deve possuir laudo elaborado por profissional técnico em medicina e segurança do trabalho, documento pelo qual ficará determinado se é devido ou não o pagamento de adicional de insalubridade ou periculosidade.

Não existe previsão legal ou convencional que preveja estabilidade em razão de retorno das férias. Assim, o empregado pode ser dispensado no dia em que retornar ao trabalho. Ressalta-se apenas que o aviso-prévio não pode ser dado pelo empregador ao empregado durante as férias.

Conforme artigo 10, “b” do ADCT da Constituição Federal, a empregada gestante tem direito à garantia de seu emprego desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto. Os empregadores devem verificar possíveis condições diversas previstas nas Convenções Coletivas firmadas pelo SINDHOSP.

As férias interrompem a prestação de serviços, mas não suspendem o contrato de trabalho. Logo, o empregado receberá durante as férias os mesmos benefícios que recebe normalmente, como a cesta-básica. Não são devidos apenas os benefícios vinculados ao comparecimento ao trabalho, como é o caso de vale-transporte e vale-refeição (quando fornecido).

Alguns dos nossos contribuintes

plugins premium WordPress
Rolar para cima