Ministério da Saúde lança campanha para prevenir obesidade infantil

Vamos prevenir a obesidade infantil. 1, 2, 3 e já! Este é o conceito d

Compartilhar artigo

Vamos prevenir a obesidade infantil. 1, 2, 3 e já! Este é o conceito da primeira campanha do Ministério da Saúde para prevenir a obesidade infantil, criada pela agência CC&P, onde cada número levanta uma bandeira importante sobre o tema:

          1- alimentação saudável;

2- prática de atividades físicas;

3- brincadeiras com os amigos, sem TV, celular e videogame.

Dados do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan), de 2019, mostraram que uma em cada três crianças brasileiras está acima do peso. A obesidade na infância está associada à mudança de hábitos alimentares e à diminuição da atividade física.

Os números sobre a obesidade infantil são tão alarmantes que a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, em 2025, crianças obesas no planeta chegarão a 75 milhões. As notificações do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional de 2019 revelam que 16,33% das crianças brasileiras entre cinco e dez anos estão com sobrepeso; 9,38%, com obesidade e 5,22%, com obesidade grave. Em relação aos adolescentes, 18% apresentam sobrepeso; 9,53% são obesos e 3,98% têm obesidade grave. Esses dados são preocupantes, pois crianças com sobrepeso se tornam adultos muito mais propensos a doenças crônicas, como diabetes e colesterol elevado, por exemplo.

A campanha tem por objetivo sensibilizar pais, responsáveis e professores quanto aos fatores que favorecem o ganho excessivo de peso na infância e fornece recomendações valiosas sobre hábitos alimentares mais saudáveis, com a divulgação de ferramentas nutricionais e guias alimentares completos.

A comunicação promove a prática de atividades físicas regularmente, com um convite para: pular corda, correr, andar de bicicleta, patins e jogos com bola. E também levanta uma questão bem atual, lembrando os baixinhos de que existe vida longe da TV, celular e videogame através de brincadeiras que podem ser muito divertidas, como: esconde-esconde, pega-pega, amarelinha, empinar pipa, dançar e tantas outras, para gerar uma mudança de comportamento gradual, enfatizando trocas simples na rotina diária das crianças.

Assista ao filme: https://www.youtube.com/watch?v=6BW93MOufso

Fonte: Ministério da Saúde e Casa do Bom Conteúdo

Artigos Relacionados...

Últimas Notícias

Livro Vírus Mortal é lançado durante a Hospitalar

O livro “Vírus Mortal: Os Hospitais Privados Paulistas, o SindHosp e a Pandemia da Covid-19”, que teve seu pré-lançamento durante evento em homenagem ao SindHosp na Câmara Municipal de São

Curta nossa página

Siga nas mídias sociais

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

error: Conteúdo protegido
Scroll to Top