Reforma trabalhista em pauta

Evento promovido pela FEHOESP discutiu as principais mudanças

Compartilhe este conteúdo

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

As recentes alterações nas relações trabalhistas, promovidas com a aprovação da Lei nº 13.467 e que começam a vigorar em novembro, foram tema de um evento realizado pela FEHOESP, no último dia 21 de agosto.

O seminário “Reforma Trabalhista e suas implicações” reuniu no Hotel Intercontinental, na capital paulista, cerca de 100 participantes, entre advogados, gestores e líderes do setor da saúde.

O presidente da FEHOESP, Yussif Ali Mere Junior, deu início às atividades destacando a importância do tema. “Isso vem sendo discutido há muito tempo, sem que nunca tenha sido tomada alguma atitude para melhorar a situação. Mas isso aconteceu agora, e nós precisamos saber quais são as implicações”, introduziu.

Muitas dessas expectativas dizem respeito à insegurança jurídica que o tema provoca no meio empresarial. E disso também tratou a palestra de Marlos Augusto Melek, juiz federal do Trabalho, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT9) do Paraná. “A antiga lei trabalhista, de 1943, trata desiguais de forma igual. Hoje é impossível se ter um mínimo de previsibilidade nesse país. Mas a nova lei prestigia a meritocracia, vai trazer liberdade e mais segurança jurídica”, afirmou.

O palestrante destacou ainda alguns dos principais pontos da reforma, como a posição negociada sobre a legislada, terceirização, trabalho intermitente, férias e contribuição sindical, entre outros.

Na sequência, falou Pedro Paulo Teixeira Manus, ex-ministro do Tribunal Superior do Trabalho e atual diretor da Faculdade de Direito da PUC-SP. “Todos os setores aguardavam a reforma e todos nós sabemos dessa necessidade”, disse.

Estiveram presentes ainda a superintendente jurídica da Federação e do Sindicato, Eriete Teixeira, coordenando os trabalhos; a diretora das entidades Luiza Watanabe Dal Ben; o diretor da FEHOESP e vice-presidente do SINDHOSP, Luiz Fernando Ferrari Neto; e o presidente do IEPAS, José Carlos Barbério.

Confira, na próxima edição da Revista FEHOESP 360, uma matéria especial sobre a reforma trabalhista e seus principais pontos.

 

 

Fonte: Da Redação

Outras postagens

Rolar para cima