SindHosp participa da negociação do ICMS na Saúde com Governo do Estado

Confira como foi a reunião

Compartilhar artigo

Na última quinta-feira, 23/09, o SindHosp se reuniu junto ao Governo do Estado e empresas da cadeia produtiva da Saúde no Palácio dos Bandeirantes para tratar da redução do ICMS nos produtos para saúde e medicamentos. O SindHosp sempre defendeu a redução da atual alíquota de 18%, visando ampliação do acesso da população aos serviços de saúde.

Após negociações, o Governo do Estado de São Paulo sinalizou a isenção do ICMS. O CEO do SindHosp, Ricardo Bachert, representou a organização na reunião e reconhece que o Governo está aberto ao diálogo e a negociação.

“Com essa oportunidade tivemos voz e evoluímos para um bom acordo que coubesse dentro da operação de todo segmento. Esse anúncio já nos permite trabalhar 2021 com mais tranquilidade e sinaliza às empresas uma vitória importante. O SindHosp segue unindo esforços para diminuir a redução da carga tributária na Saúde”, afirma Bachert.

O CEO analisa que o Estado está trabalhando a toda velocidade e que, nesse ritmo, a economia de São Paulo deve apresentar avanços para o setor. “Os dados apresentados pelo Governo informam que São Paulo cresceu 0,4% em 2020, enquanto o Brasil recuou 4,1% no PIB, e deverá crescer 7,5% em 2021. Esse desempenho demonstra a retomada das atividades no país e, consequentemente, indica um movimento de recuperação”, descreve Bachert.

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Siga nas mídias sociais

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

Rolar para cima