Apenas uma em cada dez pessoas recebe cuidados paliativos no mundo, diz OMS

Países com população de baixa renda representam 80% das necessidades na área

Compartilhar artigo

Apenas uma em cada dez pessoas doentes e em fase terminal no mundo, que precisam de cuidados paliativos, pode desfrutar deles, segundo o primeiro estudo global sobre o tema, realizado pela OMS (Organização Mundial da Saúde).
 
Neste estudo, intitulado "Atlas global dos cuidados paliativos em fase terminal", publicado pela OMS e pela WPCA (Aliança Mundial para os Cuidados Paliativos), com sede em Londres, a OMS considera que o acesso a este tratamento para aliviar a dor "é um direito humano".
 
Anualmente, há 20 milhões de pessoas em fase terminal que precisam de cuidados paliativos. Delas, 6% são crianças.
 
Os países onde a maioria da população têm baixa renda representam 80% das necessidades no campo dos cuidados intensivos.
 
Apenas 20 países no mundo têm um sistema de cuidados paliativos adequado: Austrália, Áustria, Bélgica, Canadá, França, Alemanha, Hong Kong, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Noruega, Polônia, Romênia, Cingapura, Suécia, Suíça, Uganda, Reino Unido e Estados Unidos.
 
Segundo relatório da OMS, com o envelhecimento da população, as necessidades em cuidados paliativos são cada vez maiores.

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Siga nas mídias sociais

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

plugins premium WordPress
Rolar para cima