IN determina a obrigatoriedade de credenciamento no DEC

Divulgamos a Instrução Normativa da Secretaria de Finanças nº 14/2015, da Secretaria de Finanças de Finanças de São Paulo, que determinou a obrigat

Compartilhar artigo

Divulgamos a Instrução Normativa da Secretaria de Finanças nº 14/2015, da Secretaria de Finanças de Finanças de São Paulo, que determinou a obrigatoriedade de credenciamento no DEC (domicílio eletrônico do cidadão paulistano), instituído pela Lei n.º 15.406, de 08 de julho de 2011, no prazo de 90 (noventa) dias.  
 
O contribuinte que não se credenciar no referido prazo será credenciado de ofício pela Secretária de Finanças, cuja cientificação se dará por Edital.  
 
A comunicação via DEC será iniciada em março de 2016 (30 dias após o término do prazo para o credenciamento).  
 
O DEC nada mais é do que um sistema eletrônico de intimações, em que o contribuinte receberá avisos, notificações e intimações de processos em curso, ficando dispensada a publicação por meio do Diário Oficial do Município.  
 
A comunicação será considerada realizada na data em que o contribuinte efetivar a consulta eletrônica ou, se isso não ocorrer em até 10 (dez) dias da postagem da mensagem eletrônica, será considerada realizada automaticamente na data do término de tal prazo.  
 
A íntegra:
 
Instrução Normativa SF/SUREM nº 14, de 11 de novembro de 2015. 
(DOC de 12/11/15, pág. 58)
Dispõe sobre o credenciamento no Domicílio Eletrônico do Cidadão Paulistano – DEC, e dá outras providências. 
O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS E DESENVOLVIMENTO ECONOMICO, no uso de suas atribuições legais, 
RESOLVE: 
 
Art. 1º As pessoas obrigadas a se credenciarem no Domicílio Eletrônico do Cidadão Paulistano – DEC, nos termos do artigo 41 da Lei nº 15.406, de 8 de julho de 2011, deverão fazê-lo no prazo de 90 (noventa) dias, contados da publicação desta instrução normativa. 
§ 1º A Secretaria Municipal de Finanças e Desenvolvimento Econômico – SF realizará o credenciamento de ofício das pessoas jurídicas contribuintes dos tributos mobiliários, que não se credenciarem no DEC, em até 30 (trinta) dias, contados do término do prazo previsto no caput. 
§ 2º O credenciamento de ofício no DEC, na forma do § 1º deste artigo, será comunicado ao sujeito passivo por edital publicado no Diário Oficial da Cidade. 
 
Art. 2º A inscrição de pessoa jurídica no Cadastro de Contribuintes Mobiliários – CCM, após o decurso do prazo estabelecido no art. 1º desta instrução normativa, acarretará automaticamente o seu credenciamento no DEC. 
§ 1º A extinção do sujeito passivo por liquidação acarretará o seu descredenciamento de ofício do DEC, após a ciência das mensagens eletrônicas pendentes no sistema. 
§ 2º O cancelamento das inscrições de todos os estabelecimentos da pessoa jurídica no Cadastro de Contribuintes Mobiliários – CCM, após a ciência das mensagens eletrônicas pendentes no DEC, e desde que não tenha a propriedade, posse ou domínio útil de bens imóveis localizados no Município, acarretará o seu descredenciamento do DEC. 
§ 3º Consideram-se mensagens eletrônicas pendentes, para fins do disposto neste artigo, quaisquer comunicações eletrônicas enviadas ao sujeito passivo
 

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Siga nas mídias sociais

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

plugins premium WordPress
Rolar para cima