Samaritano promove evento gratuito sobre PET-CT

O Instituto de Conhecimento, Ensino e Pesquisa (ICEP-HS) do Hospital Samaritano de São Paulo promoverá, entre os dias 20 e 22 de fevereiro, um evento gratuito sobre PET-CT e suas n

Compartilhar artigo

O Instituto de Conhecimento, Ensino e Pesquisa (ICEP-HS) do Hospital Samaritano de São Paulo promoverá, entre os dias 20 e 22 de fevereiro, um evento gratuito sobre PET-CT e suas novas aplicações e indicações revisitadas. Dividido em três grandes áreas – Cardiologia (20/2), Neurologia (21/2) e Oncologia (22/2), o evento conta com a participação de renomados especialistas e convidados internacionais.
 
Atualmente, o PET-CT é o mais preciso dos exames para detecção de câncer, doenças do coração, e tem grande auxílio no diagnóstico de várias doenças neurológicas. Os PET-CTs são equipamentos híbridos, ou seja, que congregam no mesmo equipamento duas modalidades diagnósticas por imagem, constituem uma grande inovação tecnológica e apontam para o futuro do diagnóstico em medicina.  São capazes de adquirir imagens funcionais/metabólicas do PET (tomografia por emissão de pósitrons) associadas com imagens anatômicas da TC (tomografia computadorizada). “Este evento no Hospital Samaritano vem mostrar o que existe de mais atual nas aplicações do exame nestas áreas. São estudos, pesquisas e resultados promissores que melhoram a detecção e a prescrição do tratamento”, destaca Marília Marone, coordenadora de Medicina Nuclear do Hospital Samaritano e do evento.
 
O módulo de Cardiologia vai apresentar como grande novidade o uso de PET-CT com Rubídio-82 como marcador na avaliação de alguns eventos cardíacos importantes, como a Perfusão Miocárdia Regional. Neste caso, o cardiologista terá dados muito esclarecedores sobre a real condição do coração, permitindo uma tomada de decisão mais sólida se o paciente requer tratamento clínico (apenas medicações) ou tratamento cirúrgico (cirurgia de revascularização miocárdica ou angioplastia de artéria coronária com colocação de stent). Outra indicação é a avaliação de forma direta e não invasiva do Fluxo Sanguíneo Miocárdico Regional e a Reserva Coronaria, que só pode ser feita com PET-CT e permite um diagnóstico de doença coronariana muito precocemente, auxiliando na toma da de medidas para reduzir o futuro de eventos cardíacos que podem ser fatais.  
 
Neste módulo, segundo o coordenador do Núcleo de Cardiologia do Hospital Samaritano, Roberto Cury, também será discutida a importância do exame para o diagnóstico de Viabilidade do Miocárdio. Quando o paciente sofre um infarto agudo do miocárdio parte do músculo cardíaco pode realmente sofrer dano irreversível, mas, parte deste músculo pode estar viva e necessitando ser revascularizada para sobreviver. “A detecção se este músculo está morto ou vivo pode ser feita através do PET-CT, desta vez utilizando outro radiofármaco, a glicose marcada com flúor-18  ou FDG. O exame permite avaliar se a área que sofreu infarto  está consumindo glicose, o que é um sinal de que ela está viva e que precisa ser recuperada através da cirurgia. O benefício para os pacientes é muito grande, pois esta área que sofreu infarto pode voltar a funcionar e melhorar os sintomas de falta de ar, dor no peito, além de melhorar a sobrevida”, destaca Cury. O módulo de Cardiologia acontece no dia 20 de fevereiro.
 
O módulo de Neurologia, que acontece dia 21 de fevereiro, terá como tema principal “Novas tecnologias de neuroimagem definindo o diagnóstico neurológico”. O destaque fica para a apresentação de Thomas Gennarelli, professor da Universidade George Washington (EUA), um dos nomes internacionais mais importantes na área de traumatismo cranioencefálico. Ele foi um dos pioneiros a descrever os mecanismos fisio-patológicos que levaram à compreensão da lesão axonial difusa (LAD). Vai apresentar no evento as novas tecnologias de neuroimagem funcional que levaram a uma nova classificação do LAD. “O módulo ainda abordará a importância do PET-CT nas epilepsias, doenças neurodegenerativa que afetam a cognição (demências e doenças de Alzheimer) e neuro-oncologia”, afirma Renato Anghinah, coordenador do Núcleo de Neurologia do Hospital Samaritano.
 
Já no módulo de Oncologia, que encerra o evento no dia 22 de fevereiro, será abordado o uso do PET-CT em Linfomas. Destaque para a presença de Andrea Gallamini, da Itália, que coordena os mais importantes estudos cooperativos europeus nesta área. “Inclusive, o professor Gallamini trará para o Brasil uma proposta de estudo multicêntrico internacional, do qual ele é o investigador principal, sobre o aspecto quantitativo do PET/CT na avaliação prognóstica dos Linfomas”, afirma Carlos Sérgio Chiattone, especialista do Núcleo de Oncologia do Hospital Samaritano e coordenador científico do módulo de Oncologia do evento.
 
Chiattone ressalta que um dos mais relevantes avanços  no tratamento dos linfomas foi a introdução do PET-CT. A tecnologia é útil na avaliação inicial da doença, permitindo que o estadiamento seja mais acurado e auxilia, no final da terapêutica, uma avaliação mais sensível da resposta obtida pelo tratamento. “No entanto, além destas indicações, o PET-CT tem-se mostrado muito útil na avaliação prognóstica dos linfomas. Esta é, sem dúvida, uma nova ferramenta na orientação do tratamento. O valor prognóstico da negativação do PET-CT após apenas dois ou três ciclos da quimioterapia (PET-CT interim) tem um impacto muito importante no prognóstico do paciente. Este fenômeno é visto tanto no Linfoma de Hodgkin quanto em diversos subtipos de linfomas não-Hodgkin”, destaca.
 
 
Serviço
PET-CT – Novas aplicações e indicações revisitadas
De 20 a 22 de fevereiro de 2014
Local: Auditório do Hospital Samaritano (Rua Conselheiro Brotero, 1486 – São Paulo)
Realização: ICEP- HS (Instituto de Conhecimento, Ensino e Pesquisa do Hospital Samaritano) 
Informações e inscrições: icep.eventos@samaritano.org.br ou (11) 3821-5719/5840
 
 

Artigos Relacionados...

Curta nossa página

Siga nas mídias sociais

Mais recentes

Receba conteúdo exclusivo

Assine nossa newsletter

Prometemos nunca enviar spam.

plugins premium WordPress
Rolar para cima